MULHERES


Aluna do curso de Agroecologia defende monografia sobre mulheres do campo e empoderamento do gênero

img

Aconteceu no início desta semana a defesa da 4ª monografia da 1ª turma do curso de Tecnólogo em Agroecologia do IFRN, campus Ipanguaçu. O trabalho intitulado “Mulheres e Agroecologia em Histórias de Vidas: Transformando o Campo, Comunidade, Através do Empoderamento do Gênero”, de autoria da estudante Francisca das Chagas de Oliveira, tem como objetivo relatar a experiência de campo, de vida e da luta pela terra do grupo de mulheres “As três Margaridas”, através de técnicas agroecológicas. Os dados foram coletados durante visitas ao Assentamento Tabuleiro Alto, em Ipanguaçu.

O Engenheiro Agrônomo e Mestre em Manejo do Solo e Água, Flaviano Barbosa de Lira, um dos sócios fundadores da Coopervida, atualmente membro da equipe do projeto RN Sustentável, fez parte da banca examinadora da monografia. A participação de Flaviano nessa banca é mais um passo de uma parceria que vem sendo estabelecida entre a cooperativa e o curso, da qual já resultaram experiências como intercâmbios com os estudantes realizados pela Coopervida.

De acordo com Flaviano, o trabalho de Francisca se faz importante “por abordar um tema focado na comunidade local, quebrando as barreiras entre a universidade e a vida cotidiana, por abordar a questão de gênero e do empoderamento feminino, e por essa ser a primeira turma formada do curso de Agroecologia em todo o Rio Grande do Norte”.  

img
amigo Recomende esta página a um amigo