P1+2


Como um pássaro semeador, Dona Irene espalha amor e dedicação em seu quintal produtivo.

img

Maria Irene de Morais, 54 anos, em seu quintal, no assentamento Sitio do Góis, município de Apodi - RN, parece ter adotado como parte da família tudo que voa, tudo que ordenha, tudo que é verde, tudo que é vida. O amor pelo seu quintal produtivo, pelo sossego que lhe proporciona, pela algazarra de suas galinhas, pela lida com os seus caprinos é tão grande quanto o amor que tem pelas causas sociais.

img

Como o pássaro semeador,

Dona Irene cria galinha e caprinos, faz plantio de hortas sem a

utilização de agrotóxicos, tem mamão, bananeira, pé de laranjeira, cheiro verde, cebola, além de plantas medicinais.

 

Dona Irene conta que sempre gostou da agricultura e da criação de animais e decidida a mudar de vida, m i g r o u p a r a u m a á r e a d e assentamento, onde se tornou dona da sua própria terra, podendo com isso, plantar, criar e vender seus próprios produtos sem precisar passar por intermediadores para realizar a comercialização.

 

 

Foi nesse período que abraçou trabalhos sociais de apoio e conscientização às famílias

do assentamento sobre as condições de saúde, agroecologia e a criação de animais. "O pessoal

do assentamento está se conscientizando, tem muitos projetos sendo conquistados e vindo para

cá, a comunidade sempre é beneficiada, e junto com esses projetos vem orientações e

assistência técnica. Está mudando a forma de alguns pensarem: pensam de forma mais

consciente. Tem muita alternativa boa de a gente ter sempre os quintais produzindo’’.

 

 

Em 2013, em uma oficina de agricultoras experimentadoras, participou junto com outras

mulheres agricultoras que vivem no Semiárido, de Minas Gerais até o Piauí, da criação da

cartilha " História de Quintais: A importância do arredor de casa na transformação do Semiárido"

passaram alguns dias conversando sobre tudo o que tinha a ver com seus quintais, trocando

experiências para superar dificuldades do dia a dia. “Eles é que me fizeram dar mais valor ao que

eu fazia”, conta.

 

 

Dona Irene todos os dias é estimulada a organizar e a potencializar o uso desse valioso

espaço que é o quintal produtivo, acreditando que o lugar ideal para se viver é aquele, pois ali se

tem todas as possibilidades, desde a produção de alimentos saudáveis até a criação de animais,

considerando o espaço como o lugar de descanso e brincadeiras com a família.

 

Veja mais fotos: https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=361977983987434&id=173850716133496


amigo Recomende esta página a um amigo